Zelensky recorre ao Bundestag alemão e apela a Scholz

BERLIM, 17 de março (ANSA) – No dia seguinte ao seu discurso no Congresso dos Estados Unidos, o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyj dirigiu-se ao Bundestag alemão nesta quinta-feira (17) e novamente pediu mais ajuda no combate à invasão patrocinada pela Rússia.

Assim como havia lembrado aos congressistas americanos o atentado a bomba em Pearl Harbor e os ataques de 11 de setembro de 2001, Zelensky readaptou seu discurso à platéia, lembrando as cidades alemãs destruídas “há 80 anos” e as “tantas pessoas que foram assassinadas e torturado”. na Segunda Guerra Mundial.

“É difícil sobreviver sem o apoio do mundo, é difícil defender a Ucrânia e a Europa sem a sua ajuda, sem fazer o que puder”, disse o presidente. Segundo Zelenskyy, cada bomba lançada pela Rússia fortalece o “muro” entre a Ucrânia e a Europa.

“Chanceler [Olaf] Scholz, derrube este muro, mostre a liderança que a Alemanha merece e seus sucessores ficarão orgulhosos de você.

Apoie os ucranianos e nos ajude a acabar com esta guerra”, acrescentou. O presidente então acusou a Alemanha de hesitar sobre a adesão de Kiev à União Europeia. “É mais um tijolo na parede. Percebemos que você está pensando em negócios, negócios, negócios”, disse ele.

O presidente também pediu novas sanções contra o regime de Vladimir Putin, como a proibição total da Rússia do Swift, plataforma de compartilhamento de informações entre bancos de todo o mundo, e o embargo a produtos energéticos.

Após o discurso, o chanceler Scholz deu uma entrevista coletiva e admitiu que as palavras de Zelenskyi causaram uma “forte impressão”, mas descartou o envolvimento direto na guerra. “A Alemanha está dando e dará sua contribuição, mas uma coisa é clara: a OTAN [Organização do Tratado do Atlântico Norte] não entrará nesse conflito”, disse ele.

A aliança militar já rejeitou os pedidos da Ucrânia para estabelecer uma zona de exclusão aérea contra os bombardeios russos, dizendo que isso poderia levar a um confronto direto com Moscou. Zelenskyy ainda está pedindo ao Ocidente que doe aviões militares, mas a medida também pode ser vista como envolvimento direto do Kremlin. (ANSA).




Saber mais

+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comia carne. Confira o resultado

+ O que acontece no cérebro quando morremos? Os cientistas já têm uma resposta
+ A “pedra da morte” do Japão quebra após quase mil anos
+ Homem incendeia usuário de drogas em Belo Horizonte

+ Veja quais carros foram roubados com mais frequência em SP

+ Após mulher dizer que Gusttavo Lima é pai da filha, ela pode ser processada
+ Horóscopo: Confira a previsão de hoje para o seu signo do zodíaco

+ Omicron: sintoma inesperado de infecção em crianças preocupa equipes médicas

+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com fraude de frutas

+ O truque de espremer limões está viralizando nas redes sociais

+ Expedição identifica lula gigante responsável pelo naufrágio de 2011
+ Autoridades dos EUA alertam: nunca lave frango cru


See also  A dramática história verídica que inspirou um dos filmes mais assistidos da Netflix

Leave a Comment

x